Programas para compressão de dados

Márcio d'Ávila, 25 de dezembro de 2006.
Categoria: Multimídia

Compressão de dados (Data compression, em inglês), também chamada compactação de dados, é o uso de técnicas específicas para se reduzir o espaço ocupado por dados armazenados no computador. É em geral uma forma de economia ou racionalização do espaço de armazenamento (disco) no computador. O assunto é extenso e não vamos falar de tudo aqui, apenas explorar alguns conceitos e dicas básicas de programas relacionados.

Alguns conceitos

Um dos usos mais comuns e úteis das ferramentas de compressão de dados é o empacotamento de um conjunto de arquivos de computador em um único arquivo, de forma comprimida, visando o armazenamento de cópia, seja para segurança (backup), transporte, distribuição etc.

Um pacote de arquivos comprimidos (archive, em inglês) é muito prático, pois ao mesmo tempo permite manter agrupados um conjunto de arquivos e diretórios relacionados, e também economiza espaço em disco ao manter os arquivos em forma comprimida. Mas note que, para se utilizar efetivamente os arquivos contidos em um pacote existente, é preciso primeiro extrair os arquivos desejados, ou seja, descomprimir e salvar em disco os arquivos na forma original.

O formato de pacote de arquivos comprimidos mais comum é o ZIP, mas existem muitos outros formatos como 7-Zip (7z), RAR, Microsoft Cabinet (cab) e muitos outros.

Nos sistemas Unix/Linux, são comuns os formatos de empacotamento tar e de compressão de arquivos GNU zip (Gzip, gz) e Bzip2 (bz2).

Para gerar pacotes de arquivos comprimidos, e depois listar e extrair conteúdo destes pacotes, você precisa utilizar um programa ou ferramenta específica que trabalhe com o formato de pacote em questão.

Programas para pacotes de arquivos comprimidos

Quem usa computadores, um dia acaba recebendo ou precisando gerar arquivos em formato de pacote comprimido. O Windows XP oferece suporte nativo (embora básico e limitado) ao formato ZIP dentro do próprio Windows Explorer (gerenciador de arquivos), permitindo listar e extrair arquivos de um pacote ZIP, bem como comprimir pastas e arquivos para formato ZIP, o que o Windows chama de pastas compactadas.

O Linux, Unix e outros sistemas operacionais contam com o Info-ZIP, uma implementação gratuita e livre de comandos para se gerar, manipular e extrair arquivos em pacotes comprimidos.

Para Windows, um dos programas especializados mais conhecidos — em boa parte graças ao nome muito sugestivo — de manipução de pacotes ZIP e outros formatos é o WinZip. Este programa não é gratuito, custa cerca de 30 dólares (US$). Sua interface gráfica simples se tornou muito conhecida e inspirou a maior parte dos programas utilitários concorrentes. Apesar disso, creio que o WinZip não é a melhor opção para quem quer um programa gráfico de manipulação de pacotes de arquivos comprimidos. Existem alternativas com mais recursos e facilidades e mais baratas, inclusive gratuitas.

Par quem quer adquirir um programa Windows, recomendo o PowerArchiver. Rico em recursos, ele é capaz de gerar pacotes nos formatos ZIP, 7-Zip e CAB — além de outros comuns em Linux/Unix — e extrair praticamente todos os formatos de pacote da atualidade, com uma interface gráfica muito similar à do WinZip e custando 33% menos que este (cerca de US$20).

Para quem quer gerar pacotes em formato RAR, muito utilizado para compartilhamento de arquivos pela Internet (redes “P2P” como e-Mule, Bit-Torrent etc.), a alternativa é o programa WinRAR, que custa em torno de US$30 como o WinZip e, além do RAR, suporta ZIP e outros formatos.

E para quem quer uma alternativa gratuita, recomendo o 7-Zip. Ele tem como formato padrão o 7z, um formato que têm se popularizado por comprimir mais que o ZIP e por ser um formato totalmente público e livre, não proprietário de um fornecedor/inventor (como são RAR, CAB e mesmo o ZIP). Mas o 7-Zip também suporta ZIP e muitos outros formatos comuns, e oferece bons recursos. O 7-Zip está disponível em vários idiomas, inclusive Português do Brasil.


Firefox - A web de volta
Creative Commons License

© 2003-2007, Márcio d'Ávila, mhavila.com.br, direitos reservados. O texto e código-fonte apresentados podem ser referenciados e utilizados, desde que expressamente citada esta fonte e o crédito do(s) autor(es). A informação aqui apresentada, apesar de todo o esforço para garantir sua precisão e correção, é oferecida "como está", sem quaisquer garantias explícitas ou implícitas decorrentes de sua utilização ou suas conseqüências diretas e indiretas.